quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Livros de RPG

Mooooores, tudo bom?
                    Hoje quero falar para vocês sobre os livros de RPG que conheço, que tenho mesmo em PDF, e que AMOOO jogar!
                    A maioria de vocês já sabe que eu amo RPG de mesa, e que acho inegável o poder que esse jogo tem de estimular o cognitivo de qualquer pessoa a partir de 5/6 anos de idade em diante. Resolvi apresentar um pouco dos livros para vocês, e já peço perdão AGORA por não conseguir deixar os livros disponíveis para download aqui no post, realmente tentei de várias formas descobrir como fazer, mas não consegui. Porém, assim que possível, deixarei acessível links para download desses livos, caso não deixe, entre em contato comigo, pois se eu tiver em PDF não terei problemas em enviar por e-mail. Então, vamos começar???

3D&T - Defensores de Tóquio 3° Edição



                Esse livro tem o sistema mais simples, e é indicado principalmente para iniciantes, e isso não significa menos legal hahah' Quem acompanha os posts desse blog, viu que fiz alguns posts sobre as aventuras que eu estava vivendo junto com meu grupo de RPG. O mestre narrava usando esse manual como base. Ele explica direitinho como jogar, tem uma gama enorme de personagens, sejam eles humanos ou seres mágicos. Lembrem-se que o que vale no RPG é a história que o narrador cria. Se ele consegue levar você ao mundo que ele criou, seja qual for o livro base ou sistema que utilize, vai ser SEMPRE uma aventura incrível. Se você quer iniciar sua jornada nesse universo, esse livro é uma boa pedida. 
               Achei também a versão FESTPLAY (um livro de 25 páginas, bem mais simples, mas tão legal quanto), para aprender rapidamente quanto ao RPG e como iniciar uma aventura. CLIQUE AQUI E TENHA ACESSO A ESSE LIVRO EM VERSÃO PDF


            Minha personagem nesse jogo é uma Elfa/Arqueira/Maga e eu tenho amadoooooo demais essa personagem. Ela é do elemento fogo, então as magias são bem legais, e a personagem é super a minha cara. O Gostoso do 3D&T Alpha - Defensores de Tóquio é que, por ser mais simples, quem começa por ele consegue compreender melhor e mais fácil a questão dos dados, de como usar as vantagens, as armas. Comecei jogando outros sistemas e devo admitir que ficava muito perdidinha quanto aos sucessos e falhas, os críticos, não entendia nada. Comecei a entender um pouco quando comecei a jogar esse aqui. Creio que hoje eu vou ter mais facilidade de jogar os outros sistemas, mas graças ao que aprendi com esse aqui.


Lobisomem O Apocalipse



           Já joguei nesse sistema umas 3 vezes (continuação da mesma história), e gostei de CADA DIA QUE JOGUEI. Esse, apesar de ser especificamente do universo lobisomem, não significa sem variedade de personas. No universo lobisomem, existem várias tribos, cada uma com sua personalidade. Só para deixar vocês com gostinho de quero mais, vou colocar aqui algumas tribos que me chamaram atenção, e se quiserem conhecer mais, baixem o livro (podem me pedir por email), ou entre no site LIVROS DOS ESPELHOS CLICANDO AQUI, e conheça mais sobre o universo garou. Já deixo claro que, nesse sistema, qualquer coisa pode ser motivo suficiente para uma briga, já que temos que lidar com a possibilidade de entrar em fúria a qualquer momento (desvantagem comum a todos os personagens). Isso eu acho um máximo. hahaha'

TRIBOS GAROUS:

Andarilhos do Asfalto: defensores da tecnologia e da vida nas cidades junto aos humanos, a Tribo acredita acima de tudo no progresso – o que fortalece a todos, humanos e Garou. Totem: Barata

Fianna: Tribo dos apaixonados pelos prazeres da vida, pela ferocidade e habilidade em combate e dos guardiões da música, história e tradições da Nação Garou. Totem: Cervo

Fúrias Negras: Tribo feminina de origem grega, estas amazonas são ferozes, honradas, orgulhosas e terríveis em combate. Se auto-proclamam as defensoras dos lugares sagrados da Wyld e das mulheres humanas. Totem: Pégaso



             Quando joguei esse, fiz uma Fúria Negra, e para mim, foi uma das personagens mais fodas que já criei. E foi a época que mais me dediquei a criar uma personagem legal, que conseguisse dar muita porrada haha' Não tenho o que reclamar do sistema, da história que vivi. Foi foda, e inclusive jogaria de novo. hahah'

Vampiro a Máscara



             Esse eu joguei com mais frequência assim que iniciei nesse universo do RPG. Assim como Lobisomem O Apocalipse, apesar de os personagens que temos para criar, serem restritos aos vampiros, existe uma gama enorme de possibilidades de personagens. Alguns dos clãs (que mais me atraem) são: 
  • Os Brujah: é um clã composto quase completamente de rebeldes de todos os tipos, eternamente à procura das expressões definitivas de sua individualidade. Os Brujah são punks, carecas, motoqueiros, death-rockers, freaks, socialistas e anarquistas. Tendem a serem teimosos, altamente agressivos, rudes e extremamente vingativos. São os vampiros mais incontroláveis da Família.
  • Os Nosferatus: estes são os que tem a aparência menos humana. Eles têm cheiro e aparência horríveis, e sua história de transformação provavelmente é a mais dolorosa, pois, durante semanas, acabam por 'trocar' sua aparência mortal, pela aparência do clã.
  • Os Ventrue: São antiquados e presos às velhas tradições, além de sofisticados e gentis. Eles acreditam no bom gosto acima de tudo e trabalham duro para tornar suas vidas confortáveis. Muito freqüentemente são os líderes da Camarilla, sendo Membros cautelosos, honrados, sociáveis e elegantes.


        Quando joguei nessa época, eu era uma Nosferatu (cheguei até a me desenhar de tão empolgada). Mas é uma classe muito difícil de conseguir se misturar na história. Meus colegas e meu mestre sempre tirou onda da minha personagem hahah' Achei a aventura criada muito política, então acabei me perdendo MUUUUITO em meio as sessões. Mesmo assim, para quem sonha em ser um vampiro, esse RPG é ótimo, e dá para criar uma gama de histórias muito boa. Se preocupar se está a noite ou se é dia (perguntas frequentes ao mestre), chegar perto de um humano sem ser notada (sempre sentiam o odor da minha personagem hahahhah'), tudo foi um desafio.


       Se você tem interesse em conhecer um pouco mais sobre os aspectos desse sistema, CLIQUE AQUI PARA SER DIRECIONADO PARA UMA PÀGINA QUE CONTA COM MAIS DETALHES

Mago A Ascensão 



             Esse joguei pouco, mas gostei muito! Eu amooooooooo histórias ligadas a magia, e esse eu pude ser a que curava todo mundo (que sempre era minha vontade, mas acabava sedendo ao desejo de ser a que conseguia bater em todo mundo, para conseguir ser mais útil). Mas quanto ao jogo, mesmo aspecto do Vampiro a Máscara e Lobisomem: todos os personagens são MAGOS mas existem clãs diferentes, que nos ajudam até mesmo a personificar melhor o personagem: o que o personagem mais gosta, as suas habilidades e a sua história. Para mim, a ficha desse sistema é a mais demoradinha de ser feita. Mas os personagens ficam muito completinhos, e dá para explorar MUITAS habilidades. Acho bacana isso. Não consegui achar os clãs (tem muito tempo que não jogo então, nem me lembro de que clã eu era hahahha), então, você que gostou das ideias desse sistema, baixe os manuais e viaje nesse universo que é tão bom quanto qualquer outro.



CLIQUE AQUI E CONHEÇA A BIBLIOTECA ELFICA (site que tem muitos livros para download)


            Não consegui uma imagem mais incrível do que essa para simbolizar os magos. Espero que gostem de cada item que coloquei, de cada link, das ideias e que vocês mergulhem nesse mundo do RPG que é tão mágico. Se você não conhece RPG mas tem vontade de jogar, vai no facebook, no g+ e em outras redes sociais e procure os grupos de RPG de mesa. Sempre tem, e no geral são muito receptivos. Por vezes eles procuram jogadores para montar mesa nesses grupos.

            Espero que gostem das dicas de hoje e perdoem o texto enoooorme que fiz. Aproveitem a ideia e chamem os amigos para um fim de semana movido a imaginação. Acreditem: vai ser incrível!!!

Abraços da Professora! 

Sigam-me > Twitter: Twitter: @jessyoliveraes instagram: jessyoliveraes snapchat: jessyoliveraes

Nenhum comentário:

Postar um comentário